quinta-feira, novembro 24, 2011

autora- fatima camilo....obrigada amiga!!!!!

Olho para aquela janela…
Lá dentro, há uma luz, ténue
Sente-se o frio lá dentro
Haverá lágrimas? Dor? Fome?
Olho e tento entender,
... Porque não brilha aquele lar?
Ali, nunca ninguém se assomou
Nem tão pouco alguém espreitou
Nunca se abriu a janela…
Será que mais alguém notou?
Creio que ali ninguém come
Nunca está posta a mesa
E eu aqui mesmo em frente
Olho, e ocorre-me de repente:
Fome… Há fome na minha rua?!
Quantos são lá a morar?
Porque estão sempre a chorar?
Digam, por favor digam…
Como podemos ajudar?
Há apenas uma luz ténue
Quando olho para aquela janela!